PLASTIFICANTES VEGETAIS BIODEGRADÁVEIS: UMA INOVAÇÃO GREEN FLIP FLOPS.

Cada vez mais, a sociedade demanda por matérias-primas ecologicamente corretas. Uma demanda que também é nossa desde sempre, porque sustentabilidade está no DNA da Green Flip Flops. Foi isso que nos levou a buscar uma alternativa aos plastificantes primários, conhecido vilão do meio ambiente, uma pesquisa que resultou em sandálias feitas de plastificantes 100% renováveis e com alto percentual de biodegrabilidade, preparados a partir de óleos vegetais, que não são derivados do petróleo.

 

GREEN FLIP FLOPS: 100% RECICLÁVEIS

Além de plastificantes de origem vegetal, a Green Flip Flops também é feita de resina de PVC, plástico de menor presença em peso no lixo urbano e que não é 100% originário do petróleo. A resina de PVC ainda é mais facilmente identificada para reciclagem do que os demais, graças à presença do cloro em sua fórmula, que por sua vez é obtido a partir do sal marinho. Ou seja, é mais uma vez o meio ambiente mostrando o caminho certo para a sustentabilidade.

 

FTALATO: NOSSO GRANDE INIMIGO

A composição da Green Flip Flops não contém Ftalatos, composto químico comprovadamente nocivo à saúde humana e constantemente usado como aditivos para deixar o plástico mais maleável. Os Ftalatos podem causar danos ao fígado, rins e pulmão, além de serem considerados como um provável composto cancerígeno. Se a nossa missão é preservar o planeta, é nossa obrigação preservar a saúde das espécies que habitam nele.

 

INFORMAÇÕES SOBRE COMPOSIÇÃO QUÍMICA DO PRODUTO

  • Material – 14660 e natural FF / ou cores
  • Descrição – composto de PVC expandido flexível
  • Aplicação – modelagem por injeção
  • Composição Química
  • Resina de PVC suspensão K 65  51,0%
  • Plastificantes de origem vegetais sustentável44,0%
  • Estabilizante de sais de cálcio e zincoQSP
  • Lubrificante ácido esteáricoQSP
  • Agente Expansor MicrocelularQSP

- Produto Isento de Ftalatos

- Produto Isento de Materiais Pesados

- Produto 100% Reciclável

 

 

 

 

Durablidade
plastificante
grip
densidade